header print

24 dos Mais Belos Jardins Japoneses

A arte japonesa da jardinagem é muito antiga. Ela envolve cuidado com cada flor, arbusto e árvore plantada, pois o conjunto deve resultar no equilíbrio entre o natural e o ordenado. Esses jardins são meticulosamente mantidos e muitos deles contêm lagos ou riachos - tudo muito Zen, sereno e harmonioso, como estes 24 exemplos que você verá a seguir. Confira e aprecie!
 
Chion-in
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Os jardins de um templo budista erguido em 1234, situado em Quioto. O templo foi construído em memória de Hōnen, um mestre do Budismo.
Entsūji
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Na área norte de Quioto, você encontrará o templo Entsuji. Estabelecido em 1678 pelo Imperador Reigen, que tinha predileção por jardins. O local conta com mais de 50 espécies de Camélias.
Giō-ji
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Giō-ji é um templo tranquilo, cercado por árvores e um luxuriante jardim de musgos. O templo leva seu nome em homenagem a Giō, uma dançarina do século 12, que apaixonou-se por seu poderoso líder. Quando o relacionamento deles terminou, ela tornou-se uma monja budista.
Happō-en
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Construído no início do século 17, ao longo das colinas da região de Edo. Atravessado por um lindo riacho, o jardim abriga bonsais, a maioria com mais de 100 anos, e uma delas com 500 anos de idade.
Hase-dera
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Hase-Dera é um antigo templo budista, originalmente construído no ano de 686, em homenagem ao Imperador Temmu. O templo foi incendiado e reconstruído dez vezes ao longo de sua história. Atualmente, é um dos lugares favoritos entre os turistas, habitualmente recebendo muitos visitantes.
Hōsen-in
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Um templo Zen-Budista, Hosen-in é um dos mais antigos templos da região. Construído em 1012, ele abriga um admirável jardim, onde os visitantes são convidados a sentar e contemplar, enquanto saboreiam uma taça de chá verde servida pelos monges.
Jōmyō-ji
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
O templo foi fundado em 1188 e é dedicado ao Budismo Zen. O magnífico jardim Zen pode ser visto de uma casa de chá, o que permite aos visitantes a relaxante experiência de uma xícara de chá, enquanto contemplam a paisagem.
Jōruri-ji
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
O jardim é parte de um templo budista construído em 1047. O templo situa-se perto de um lago, que representa o oceano, que separa a vida e a morte. É um dos últimos Jardins do Paraíso do Período Heian.
 
Kajū-ji
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Após a morte da sua mãe, no ano 900, o Imperador Daigo construiu este templo em sua memória. No centro do jardim há um laguinho cheio de lírios aquáticos. Dizem que poetas costumavam navegar nesse lago. Entretanto, atualmente, só é permitido caminhar em volta dele.
Kiyosumi Teien
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Cobrindo 81,000m2, estes jardins foram construídos pelo fundadores da empresa Mitsubishi para recreação dos seus funcionários. Os jardins rodeiam um lago, que serve como ponto central. Há três ilhas no lago, uma delas, com uma casa de chá.
Kyū-Furukawa Teien
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Localizados em Tóquio, estes jardins abrigam bordos japoneses, que ficam vermelhos durante o outono, e um roseiral que produz flores espetaculares.
Museu-Jardim Mirei Shigemori
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Originalmente uma casa tradicional do período Edo (final do século 18), a casa Shigemori é agora um museu-jardim.
Mukōjima-Hyakkaen
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Este jardim está situado em Tóquio e não é um jardim japonês tradicional. Ele possui um jardim sobrevivente do Período Edo. Mukōjima vem do antigo nome da região, e Hyakkaen significa "jardim com cem flores que desabrocham durante as quatro estações."
Museu Namikawa Cloisonné 
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Este pequeno jardim foi o lar de um dos mais amados artistas japoneses, Namikawa. Está muito bem preservado e é mantido em sua estrutura original. Não é conhecido de muita gente. Porém, embora não seja grande, é um ambiente mágico.
Museu Nezu
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Inaugurado em 1940, este museu foi seriamente danificado pelo bombardeio de Tóquio, pelas Forças Aliadas em 1945. Foi renovado após a guerra, e agora, o jardim retornou à sua antiga beleza. Contendo 2 lagos, conectados por pequenos córregos, o local conta também com uma casa de chá e uma bela lanterna.
Ninna-ji
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Ninna-ji é o templo principal do Budismo Shingon no Japão. Fundado em 888 pelo Imperador Uda, é parte dos monumentos históricos da antiga Quioto, e Patrimônio da Humanidade da UNESCO.
Reiun-in
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Estes jardins com 470 anos de idade pertencem ao templo Zen-Budista Reiun-in. Os jardins foram negligenciados durante muitos anos, até serem redesenhados e renovados em 1970, pelo artista japonês Shigemori Mirei.
Sanzen-in
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
A cidade rural de Ohara, esconde um tranquilo jardim de musgos e estátuas de pedra. O jardim é parte do templo Sanzen-in, construído no final do século 10.
Shōsei-en
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Este jardim pertence ao templo Higashi-Hongan-ji, em Quioto. A imagem que você vê na foto são dos jardins construídos em 1641, juntamente com o lago original. O local abriga várias cerejeiras, que tornam-se uma grande atração na primavera, quando florescem. Surpreendentemente, o jardim está situado a poucos metros da movimentada estação de trens de Quioto.
Taizō-in
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Este é o novo jardim do templo Taizō-in, chamado Yoko-en, construído em 1963. O local possui várias azaléias, com um riacho cascateante que deságua em um lago, criando uma paisagem espetacular.
Palácio Imperial de Tóquio - Jardins Ninomaru
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
 
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
O Palácio Imperial é a residência do Imperador do Japão, e se localiza em Tóquio. Os seus magníficos jardins são abertos apenas por ocasião do aniversário do Imperador e no primeiro dia do Ano Novo.
Tonogayato Teien
24 dos Mais Belos Jardins Japoneses
Construídos entre 1913 e 1915, estes jardins pertencem à propriedade de Eguchi Teijo, vice-presidente da Manchurian Railway. Posteriormente foi adquirida pelo Diretor da Mitsubishi, que acrescentou uma casa de chá. Os jardins são construídos no estilo tradicional japonês e foram adquiridos pela Municipalidade de Tóquio, para preservação e recreação pública.
Fonte: Maristela H.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: