header print

9 Mitos Comuns Sobre Viagem e Turismo

 Com as férias de fim de ano se aproximando, a alta temporada de viagens também está a caminho. Para quem vai entrar de férias e está planejando uma viagem, aqui estão alguns mitos muito comuns que podem ter sido verdade uma vez, mas hoje eles são coisa do passado!


 
1. Quanto mais cedo você comprar um bilhete de avião, mais barato será

Muitos acham que a compra com bastante antecedência lhes garante passagens mais baratas, mas isso não acontece há anos, e os preços geralmente sobem e descem com base em períodos de pico e próximo de eventos especiais. Ofertas de última hora provavelmente serão muito mais baratas do que as compradas com meses de antecedência.

Mitos sobre viagens

2. O ar no avião é "reciclado" e transmite bactérias e doenças

O ar no avião é muito seco, mas não transmite doenças, embora possa parecer uma caixa selada que mantém todas as bactérias no interior. As companhias aéreas investem dinheiro e energia consideráveis no bombeamento do ar para fora do avião, filtrando-o e aquecendo-o para ventilar o interior da aeronave. Parte do ar é de fato "reciclado", mas passa por um sistema especial que mata as bactérias.

3. Se você chegar cedo, você não vai ficar na fila

Ao viajar por lugares lotados, você precisa entender que quase sempre precisa ficar na fila. O segredo para fugir das filas é ir a lugares fora dos horários de pico, como no final do dia ou ao meio-dia, quando o sol está mais quente, é quando as filas ficam um pouco mais curtas.

Mitos sobre viagens

4. Os habitantes locais sabem mais

Se você tende a confiar nos moradores quando se trata de aconselhamento turístico, pergunte-se quando foi a última vez que você visitou um hotel em sua cidade natal. Muitos moradores locais não sabem quais hotéis são recomendados ou onde você pode encontrar atrações mais baratas. Na verdade, se um morador ajuda você, provavelmente ele está no setor turístico e quer ganhar dinheiro com você, tornando seus conselhos questionáveis. É melhor perguntar a outros viajantes ou fazer sua pesquisa on-line. A única coisa a perguntar aos moradores locais é onde estão os melhores restaurantes.

5. Não coma em barracas de rua

Muitos turistas preferem se sentar em um restaurante do que comer em uma barraca de rua. Se você optar por ir a um restaurante por  causa do ar condicionado, tudo bem, mas se você tem medo de intoxicação alimentar, é melhor você comer em barracas de rua. Ao contrário de um restaurante onde você não tem ideia do que está acontecendo dentro da cozinha, na rua você pode ver exatamente como sua comida está sendo preparada, como os utensílios estão limpos e se o vendedor está usando luvas.

6. Dormir no avião evita o jet lag

O “jet lag” é um distúrbio causado por fusos horários e, a menos que seu voo seja noturno no país de onde você está voando, dormir no avião não impedirá esse efeito. Não há muitas escolhas, a não ser permitir que o corpo equilibre seu relógio biológico e a percepção do tempo por conta própria.

7. Você não deve voar para qualquer país se houver “Alerta de viagem”

Antes de cancelar as férias por causa de um alerta de viagem, pergunte primeiro se o alerta é relevante para você. Esses alertas de viagem são temporários, referem-se a áreas muito específicas e apresentam diferentes níveis de ameaça. Uma breve visita à página de Consultas de Viagem no site do departamento de assuntos consulares informará tudo o que você precisa saber.

Mitos sobre viagens

8. Mantenha seu dinheiro em uma carteira especial

Não importa quais bolsas sofisticadas e ocultas você esconde em suas calças, é provável que quem quiser roubar seu dinheiro tenha sucesso em fazê-lo. Você pode andar por aí com uma carteira no bolso, desde que esteja atento ao seu ambiente, mas mantenha seus passaportes (leve para rua somente a cópia) e a maior parte do seu dinheiro no cofre do hotel, e leve apenas o valor que achar necessário para usar no dia e, possivelmente, um cartão de crédito ou débito.

9. Duty Free é mais barato

Muitas pessoas optam por comprar itens como álcool ou perfume no duty free por causa da ilusão de preços mais baratos. Este é justamente o motivo das filas enormes nas lojas. Na verdade, além de alguns itens em eletrônicos, cigarros e álcool, os preços em isenção de impostos são os mesmos e, às vezes, até mais caros do que os preços desses itens no seu país. Vale a pena verificar os preços de bebidas alcoólicas, cigarros e eletrônicos nos países para onde você está viajando.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade