header print

20 Grandes Sucessos da Música Brasileira!

 Vamos relembrar grandes sucessos da música brasileira? Esta compilação vai dos anos 1960 até o início dos anos 2000, com canções que foram muito bem-sucedidas no rádio e na televisão. Você com certeza vai se lembrar de praticamente todas elas. Aqui há sucessos imortais do Rei Roberto Carlos, é claro, e clássicos da bossa nova, além de estilos que eclodiram nos anos 1980 e 1990. Deixe-se levar pela nostalgia e pluralidade da nossa música e se sinta voltando no tempo através do rádio!

 

 
"Garota de Ipanema", Tom Jobim e Vinícius de Moraes (1963)
Se há alguma canção que possa definir o que é a música brasileira, certamente é esta. Um dos grandes sucessos da Bossa Nova, “Garota de Ipanema” define a magia do Rio de Janeiro e a beleza da mulher brasileira de forma sutil.
 
"Mas Que Nada", Jorge Ben (1963)
Jorge Ben Jor (antes Jorge Ben) é um dos músicos mais criativos do Brasil, inclusive internacionalmente reconhecido. “Mas Que Nada” faz parte do seu álbum de estreia Samba Esquema Novo, lançado em 1963, e a partir daí o cantor se reinventou através de décadas e até hoje toca nas rádios.
 
"Baby", Os Mutantes (1968)
Antes de seguir uma bem-sucedida carreira solo, Rita Lee fez parte de um dos grupos musicais mais inventivos de todos os tempos. Este álbum d’Os Mutantes de 1968 faz parte de diversas listas dos melhores já feitos, inclusive internacionalmente. “Baby” foi posteriormente regravada por diversos artistas.
 
"Meu Nome é Gal", Gal Costa (1969)
Gal Costa começou sua carreira no fim dos anos 1960 focada na psicodelia e no experimentalismo, mas depois se ‘abrasileirou’ para se tornar uma das principais vozes da música brasileira. “Meu Nome é Gal”, foi tão bem-sucedida que a cantora a regravou 10 anos depois, em uma versão bem mais festiva.
 
"O Bêbado e a Equilibrista", Elis Regina (1969)
Esta é uma das músicas mais famosas de outra grandiosa cantora brasileira. Embora tenha se tornado uma espécie de hino político na época de seu lançamento, a música é uma homenagem a Charles Chaplin, que havia morrido dois anos antes. 
 
"Detalhes", Roberto Carlos (1971)
Este trabalho de 1971 de Roberto Carlos marca a transição do cantor rebelde e romântico da Jovem Guarda para um compositor mais maduro. “Detalhes” foi um enorme sucesso que tocou incansavelmente nas rádios e foi regravada por vários artistas. Aliás, este álbum é considerado um dos maiores da música brasileira.
 
"Águas de Março", Elis Regina e Tom Jobim (1972)
Dois grandes nomes se uniram em 1974 para gravar este que é um dos discos mais importantes da história da música brasileira. “Águas de Março” é até hoje uma música lembrada por todas as gerações, e quem nunca a citou ou a cantou quando vê as chuvas anunciando o fim do verão?
 
"Paisagem da Janela", Lô Borges e Milton Nascimento (1972)
Esta linda canção faz parte do álbum Clube da Esquina, que Milton Nascimento gravou em parceria com Lô Borges. Influenciou e até hoje influencia músicos do mundo todo, inclusive internacionais. Como não amar a doce voz de Milton?
 
"Gostava Tanto de Você", Tim Maia (1973)
O soul, gênero musical dos Estados Unidos criado no fim dos anos 1950, não seria conhecido no Brasil naquela época se não tivéssemos Tim Maia. Ele importou o estilo e o adaptou maravilhosamente ao país, e com isso alçou seu nome entre os maiores músicos da nossa história. Esta linda canção romântica é um de seus grandes sucessos.
 
"O Leãozinho", Caetano Veloso (1977)
Uma canção suave que até as crianças gostam, “Leãozinho” foi um grande sucesso na época, em 1977, e marca um dos períodos mais criativos de Caetano Veloso.
 
"Vamos Fugir", Gilberto Gil (1984)
Por mais que tenha causado um pouco de estranheza à época do seu lançamento em 1984, o álbum Raça Humana de Gilberto Gil marcou uma reinvenção em seu estilo musical, se adaptando ao mercado dos anos 1980. “Vamos Fugir” foi um grande sucesso, e foi regravada anos depois pelo grupo musical mineiro Skank.
 
"Você", Os Paralamas do Sucesso (1986)
Esta é uma das bandas de pop rock mais famosas do Brasil, um dos grandes representantes do rock brasileiro dos anos 1980, ao lado de outros como Kid Abelha e Titãs. Esta é uma regravação de um sucesso de Tim Maia. 
 
"Bem Que Se Quis", Marisa Monte (1989)
A estreia bem-sucedida de Marisa Monte em 1989 foi encabeçada por este grandioso sucesso que marcou a sua voz como uma das mais potentes da música brasileira. Faz parte do álbum MM, que foi um grande sucesso de crítica e vendas.
 
"Faz Parte do Meu Show", Cazuza (1989)
Esta música romântica faz parte do álbum Ideologia, um estrondoso sucesso de Cazuza que vendeu milhões de cópias. A canção tocou muito nas rádios, principalmente por fazer parte da trilha sonora da novela Vale Tudo.
 
"Malandragem", Cássia Eller (1994)
Cássia Eller ganhou mais visibilidade no cenário musical graças a esta música, que foi um sucesso nas rádios em 1994, e também pelo videoclipe que foi bastante exibido pela MTV. Infelizmente, Cássia faleceu prematuramente sete anos depois, deixando um grande vazio no rock nacional.
 
"Onde Você Mora?", Cidade Negral (1994)
O Cidade Negra moldou o reggae a um estilo mais comercial, e com isso tocou incansavelmente nas rádios em 1994. “Onde Você Mora?” é até hoje o maior sucesso da banda.
 
"Nobre Vagabundo", Daniela Mercury (1996)
Daniela Mercury já tinha um número de sucessos antes do lançamento de “Nobre Vagabundo”, uma saborosa canção mescla ritmos brasileiros com reggae. Faz parte do álbum Feijão Com Arroz, um de seus trabalhos mais bem-sucedidos, que ultrapassou a marca de 2 milhões de cópias vendidas.
 
"Garota Nacional", Skank (1996)
O Skank era razoavelmente conhecido até 1996, quando lançou este grande sucesso que tocou muito nas rádios e na televisão. Não dá para ficar parado ao ouvi-la.
 
"Beleza Rara", Banda Eva (1996)
Antes de seguir carreira solo e se tornar a grande cantora que é hoje, Ivete Sangalo foi vocalista da Banda Eva, um dos principais representantes do estilo axé, vindo da Bahia. Foi um grande sucesso na época.
 
"Devolva-me", Adriana Calcanhoto (2000)
A voz suave de Adriana Calcanhotto figura entre as mais marcantes das cantoras brasileiras.  “Devolva-me” faz parte do álbum Público, lançado em 2000, que recebeu disco de platina.
 
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: