header print

As 10 Maiores Obras-Primas do Impressionista Claude Monet

 O impressionismo surgiu na França em meados do século 19, e foi um movimento que causou uma revolução artística na época. Dentre diversos pintores, quem teve grande destaque como pioneiro deste período foi Claude Monet. Ele criou algumas das obras-primas mais importantes do impressionismo, e até hoje é aclamado por críticos e apreciadores da arte. Veja a seguir 10 de suas pinturas mais conhecidas.
 
1. Banhistas na La Grenouillière
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
A Grenouillière foi um local que funcionou como resort e para passeios de barco, muito popular entre a classe média da época. Em 1869, Monet escreveu: “Eu tenho um sonho, uma pintura dos banhos da La Grenouillière, do qual fiz alguns esboços, mas é apenas um sonho”. A pintura mostrada acima e aquela que pode ser encontrada na Galeria Nacional de Londres são provavelmente um dos esboços, já que o original foi perdido. Renoir, que era amigo íntimo de Monet na época, também queria fazer essa pintura.
2. Mulher com Sombrinha (1875)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
Este é um de seus primeiros trabalhos que retrata sua primeira esposa Camille Doncieux com seu filho mais velho Jean. Camille está segurando um guarda-sol e temos a sensação que ela vê alguém olhando para ela. Esta pintura é a evidência adiantada de que Monet focaliza mais na luz e na cor em vez da linha e da forma.
3. Camille, ou A Mulher no Vestido Verde (1866)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
Esta é a pintura que deu a Monet o grande reconhecimento. Ele ganhou 800 francos, que na época era uma enorme quantia para um artista que estava lutando para ter seu trabalho reconhecido. Mais uma vez, apresenta sua primeira esposa Camille Doncieux, agora em um vestido verde. Esta pintura é do período mais adiantado da carreira de Monet, quando a pintou no estilo realista, ao contrário do impressionista.
 
4. Crepúsculo em Veneza (1908-1912)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail

Monet não pretendia pintar nada quando visitou Veneza em 1908, já que a cidade já havia sido amplamente retratada por muitos artistas.

No entanto, durante a sua estadia, ele ficou fascinado pelas vistas da cidade e não conseguiu ficar sem pintar. Ele começou uma série de trabalhos preliminares que completou mais tarde, quando finalmente voltou para casa. Dentre todas as pinturas, está essa que se tornou uma de suas mais populares obras. É notável pelas suas pinceladas finas, leves, e a descrição magistral da luz e do movimento da água.

5. Poplar (séries) (1891)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
 
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
Esta famosa série é composta por 24 pinturas de magníficas árvores ao longo das margens do rio Epte, localizado a alguns quilômetros da casa de Monet. Ali, ele deixou um estúdio flutuante de pintura, no qual ele chegava usando um pequeno barco. No entanto, antes que ele tivesse a chance de terminar, a cidade queria vender as árvores, e Monet as comprou somente para finalizar as suas pinturas. 
6. Casas do Parlamento (séries) (1900-1905)as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
 
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
Durante suas estadias em Londres no período descrito no título acima, Monet pintou esta série cujo assunto é o Palácio de Westminster, o repouso do Parlamento britânico. Todas as 19 pinturas da série são do mesmo tamanho e retratam a mesma cena do mesmo ponto de vista, mas elas mostram uma variedade de condições climáticas e horários do dia. Uma das pinturas da série foi vendida pela enorme quantia de 20 milhões de dólares em um leilão em 2004.
7. Palheiro (séries) (1890-1891)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
 
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
Entre as obras mais notáveis de Monet, a série Palheiro refere-se principalmente a 25 pinturas que foram criadas no período acima mencionado. Os assuntos, como o nome da série sugere, são palheiros nos campos perto da casa de Monet em Giverny, na França. Esta série é famosa por repetir a mesma cena, a fim de enfatizar as diferenças na percepção da luz em vários momentos de dias, estações e tempo.
8. Catedral de Ruão (séries) (1892-1893)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail

Esta série bem conhecida capta a fachada da catedral de Ruão na França em horas diferentes do dia e do ano, mostrando suas mudanças com condições claras de variação. Ao estudar estas obras, observou-se que Monet quebrou com a tradição da pintura, cortando o ponto principal da obra, de modo que somente uma parcela da fachada pudesse ser vista na tela.

Pintar esta série foi uma tarefa difícil para Monet. Ele escreveu: "As coisas não avançam muito bem, principalmente porque cada dia descubro algo que eu não tinha visto no dia anterior... Por fim, estou tentando fazer o impossível."

9. Impressão, nascer do sol (1872)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail

Esta pintura é famosa para dar um nome ao impressionismo e se transformou em um símbolo que é a quintessência do movimento. De início, o quadro não foi bem aceito pelos críticos e o termo impressionista foi cunhado de forma satírica por Louis Leroy, no qual ele chegou ao ponto de dizer: "Um papel de parede em seu estado embrionário é mais bem acabado do que aquela paisagem marítima". No entanto, o movimento impressionista ficou tão popular que se espalhou para a música e também para a literatura.

O assunto desta pintura é o porto de Le Havre, na França. É notado por suas pinceladas muito soltas que sugerem o local, em vez de defini-lo. Monet usa a cor como a principal forma de capturar a própria essência da cena.

10. Nenúfares (1896-1926)
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail
 
as 10 obras mais importantes de Monet no impressionismo tudoporemail

A deslumbrante complexidade da cor e da luz utilizadas nesta série de pinturas nos faz abrir os olhos para a incrível diversidade da natureza e para a profundidade e o mistério da vida que sustenta. O mais surpreendente sobre essas peças de arte é que a visão de Monet estava se deteriorando muito devido à catarata quando ele pintou a maioria dessas obras-primas.

Fonte: learnodo-newtonic

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: