header print

7 Sentidos que animais têm e gostaríamos de ter também

O Editor: Anna D.

 

Alguns dos personagens de super-heróis mais populares que conhecemos tendem a ter superpoderes relacionados a diferentes animais - Homem-Aranha, Wolverine, Hawkman, Homem-Formiga, Mulher-Gato, Abutre e até Pinguim, para citar alguns. Embora esses sejam certamente personagens fictícios interessantes, você ficaria surpreso ao saber sobre as incríveis e notáveis habilidades que muitos animais realmente têm.

Aqui, compilamos uma lista de alguns animais que têm sentidos verdadeiramente incomuns e intrigantes. Tenha certeza de que, depois de ler isso, você adoraria possuir alguns desses incríveis super sentidos.

1. Tubarões - ampola de Lorenzini

7 Sentidos que animais têm  tubarão

É um fato conhecido que os tubarões são os predadores mais mortais dos oceanos. Mas o que exatamente os torna grandes matadores? Os tubarões têm um órgão sensorial altamente especializado, conhecido como ampola de Lorenzini Ela preenche um sistema de poros ao redor do focinho do tubarão que permite detectar sinais elétricos de suas presas e também possui a mais alta condutividade de prótons do mundo natural.

À medida que os tubarões nadam em direção a suas presas, essa ampola os ajuda a identificar a carga elétrica do animal e a água ao seu redor. Basicamente, isso funciona como um dispositivo de retorno e guia o tubarão na direção de sua presa.

2. Polvo - Polarização

7 Sentidos que animais têm  polvo

Os polvos têm padrões de pele invisíveis ao olho humano. Isso ocorre porque eles estão ocultos na polarização da luz - quando toda a luz está se movendo no mesmo nível, chamamos de luz polarizada. As células de detecção dos olhos do polvo são agrupadas, conseguindo, então, ver a luz polarizada ficar cada vez mais brilhante enquanto suas células se enfileiram na direção da oscilação da luz.

Isso ajuda os polvos a caçar melhor. Muitos animais são transparentes debaixo d'água, pois são quase invisíveis à luz visível na água. Curiosamente, porém, a luz subaquática tem um componente polarizado que os polvos podem identificar. Assim, quando a luz passa através do corpo de um animal transparente debaixo d'água, suas polarizações se alteram, e isso permite que o polvo veja e capture a presa.

3. Morcegos - Ecolocalização

7 Sentidos que animais têm  morcego

Acredita-se que os morcegos sejam cegos. Eles não são, na verdade. Eles têm visão. No entanto, como seus olhos são menores e menos potentes do que outros animais predadores, eles contam com uma incrível capacidade de caçar usando um som chamado ecolocalização. Isso significa que eles usam ondas sonoras e ecos para determinar onde os objetos ou presas estão no espaço. Os morcegos emitem ondas sonoras da boca ou nariz para ecolocar. Quando essas ondas sonoras atingem um objeto, elas geram ecos.

O eco ricocheteia no objeto e retorna aos ouvidos dos morcegos, o que lhes permite discernir o objeto - sua forma, tamanho e localização. Essa habilidade incomum é necessária para a sobrevivência do morcego, pois procura comida no escuro, e a ecolocalização os ajuda a encontrar até pequenos insetos para se alimentar.

4. Víboras do tipo Crotalinae - Capacidade de detectar luz infravermelha

7 Sentidos que animais têm  víbora

Algumas espécies de cobras têm seus próprios dispositivos de correção da visão. De fato, as víboras têm óculos de visão noturna embutidos em seus rostos. Essas cobras têm um fosso em ambos os lados de suas cabeças. Em cada uma de suas cavidades, eles têm uma membrana que pode detectar luz infravermelha. Em palavras mais simples, eles podem ver o calor que está sendo emitido por presas próximas.

Basicamente, eles reconhecem temperaturas em vez de cores. Embora seus focos não estejam concentrados o suficiente para guiar a cobra na direção da presa sem ajuda visual, eles são extremamente sensíveis e podem observar variações mínimas de temperatura. É por isso que as víboras são predadores tão habilidosos.

5. Toupeira nariz-de-estrela - Senso de tato

7 Sentidos que animais têm  toupeiras

Fonte da Imagem: Wikimedia Commons

As toupeiras de nariz estrelado são criaturas absolutamente estranhas, mas fascinantes, diferentes de qualquer animal da Terra. Eles têm 22 apêndices ao redor das narinas, e estes têm mais de 2000 receptores de toque. Curiosamente, o "nariz" da toupeira de nariz estrelado não é um órgão olfativo. De fato, é uma superfície da pele que facilita o toque. Este pequeno animal tem mais de 100.000 neurônios sensoriais, que é um dos órgãos de toque mais sensíveis e altamente agudos encontrados em qualquer mamífero.

Como os olhos dessa toupeira são quase inúteis, eles usam seu focinho ultra-sensível para caçar e agarrar presas. Quando o focinho toca o solo, uma imagem mental em forma de estrela é criada em seu cérebro, o que ajuda a toupeira a entender seu ambiente e a localizar e identificar sua presa.

6. Elefantes - Super olfato

7 Sentidos que animais têm elefantes

Os elefantes africanos têm o melhor sentido do olfato no reino animal, de acordo com um estudo de cientistas da Universidade de Tóquio. Os elefantes têm quase 2.000 genes especiais que os ajudam a detectar inúmeros odores no ambiente - este é o maior número de genes dedicados ao olfato de qualquer mamífero. Sim, isso é o dobro de genes para odores diferenciadores que possuem os cães, famosos por suas habilidades de super olfato.

Os pesquisadores também descobriram que os elefantes podem usar o nariz para distinguir entre diferentes grupos étnicos humanos. Por exemplo, eles podem identificar entre o grupo étnico queniano que regularmente caça elefantes e outros grupos que não representam nenhum perigo. Esses gigantes também podem identificar quase 30 membros diferentes da família a partir de sinais na urina. A tromba longa do elefante é uma poderosa máquina de cheirar, e eles são realmente os super farejadores do reino animal.

7. Abelhas - magnetismo

7 Sentidos que animais têm abelhas

As abelhas são das poucas criaturas do nosso planeta que podem detectar o campo magnético da Terra - alguns roedores, pássaros, peixes, répteis, bactérias e insetos também têm essa capacidade. As abelhas usam uma estrutura magnética no abdômen que ajuda o inseto a navegar sem problemas e a especificar sua localização.

Os pesquisadores observaram que essas abelhas possuem um pequeno anel de grânulos magnéticos de ferro, o que lhes confere essa capacidade excepcional e intrigante, também conhecida como magnetorecepção. Este é um presente vital, pois as abelhas não são as criaturas muito espertas e precisam se lembrar de onde uma fonte de alimento pode ser encontrada e depois voltar para a colméia.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade