header print

Humor: Idosa e o dono do banco

O Editor: Laura Dias

Uma velha senhora entrou no Banco do Brasil com um enorme saco de dinheiro.

Ela disse à recepcionista que gostaria de se encontrar com a presidente do banco, pois queria depositar uma grande soma em dinheiro. A recepcionista se opôs, mas a idosa permaneceu imóvel, sem opção, a moça do banco foi falar com o presidente.

Ao voltar, a recepcionista disse: "Você tem sorte esta manhã, pois ele vai ver você!"

Presidente do banco: "Como posso ajudar a senhora?"

Idosa: "Eu gostaria de abrir uma nova conta e depositar esse dinheiro."

Presidente do banco: "Quanto dinheiro você gosta de depositar?"

 
piada boa

Ela: "R$ 180.000 por favor." (E começou a despejar a quantia inteira em sua mesa)

O presidente do banco ficou um pouco surpreso. "Como você conseguiu tanto dinheiro, Madame? Nós não somos uma lavanderia!"

Ela: "Oh, não é nada ilegal. Eu faço apostas."

Ele: "Que tipo de apostas?"

Ela: "Por exemplo, eu aposto que sua mão direita terá gosto de ovos, apenas sua mão direita e não sua esquerda. Vamos nos encontrar novamente amanhã às 9h da manhã. Se eu estiver certa, você me deve R$ 25.000. Se eu perder, te pago R$ 10.000!

O homem chocado se pergunta como isso é possível. Mas, sendo um banqueiro de coração e vendo a oportunidade de ganhar dinheiro fácil, então aceita a aposta quase imediatamente.

Ela: "Certo então, eu vamanhã irei por volta das 9h da manhã com meu advogado. Não tente se esquivar da aposta! Sem arrependimentos!"

Sentindo-se hesitante diante de sua certeza, ele concorda praticamente com um murmúrio.

Era tão bizarro, ele nem gostava de ovos! Mas ele estava tão tenso com isso que não conseguiu dormir a noite toda, lambendo as mãos e sentindo o cheiro que estavam nelas.

No dia seguinte, às 9:00 da manhã, a velha senhora estava lá, na hora certa, com seu advogado.

Ela: "Posso checar suas mãos agora, senhor?"

Ele: "Sim. Vá em frente."

Ela então segurou as mãos dele e começou a cheirar sua mão direita. Depois ela lambeu brevemente para confirmar.

Seu advogado começou a bater a cabeça contra a parede.

O presidente, encantado com sua vitória de R$ 10 mil, perguntou à senhora o que havia de errado com o estranho comportamento do advogado.

Advogado: "Ela apostou comigo por R$ 100 mil que hoje às 9h da manhã estaria lambendo as mãos do presidente do Banco do Brasil!"

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade