header print

Conheça a Invenção Que Pode Melhorar a Vida de Muitas Pessoas

 Embora a eletricidade seja uma comodidade importante da qual não podemos viver sem, as contas podem vir muito salgadas no fim do mês se abusarmos. No entanto, existem pessoas que estão preocupadas com o futuro do meio ambiente e estão em busca de fontes alternativas de energia, como esta lâmpada que você vai ver abaixo:
 
Esta é uma lâmpada comum, que não precisa de combustível.
lâmpada de água e sal
Criada pelos irmãos Raphael e Aisa Mijeno, que vivem nas Filipinas, esta lâmpada funciona apenas com algumas tiras de metal e água salgada. Essa invenção foi feita para levar luz às comunidades rurais mais afastadas do país, sem acesso à eletricidade. Aisa, que também trabalha para o Greenpeace, sentiu-se na função de ajudar a essa comunidade, porque ela sentia que isso era um problema que precisava ser resolvido rápido.
lâmpada de água e sal

Aisa e Raphael Mijeno com o cheque recebido como vencedores do concurso IdeaSpace Philippines

Como muitos residentes rurais filipinos vivem sem eletricidade, eles são obrigados a usar lanternas à base de querosene, mas conseguir este combustível é algo complicado, pois o acesso ao transporte é difícil nessas regiões. Os habitantes precisavam caminhar até 12 horas só para comprar uma garrafa de querosene, que durava por apenas dois dias. A água salgada, no entanto, além de ser mais barata, é encontrada abundantemente em muitas regiões das Filipinas, pois grande parte das famílias, até mesmo as mais pobres, têm acesso a três itens básicos: água, arroz e sal.

A lâmpada pode funcionar por até oito horas seguidas, com apenas um copo de água e duas colheres de chá de sal. Mas como funciona?

 

Dois tipos de metal são submersos na água salgada, e então liberam elétrons em excesso, que vão de um metal para o outro, criando uma espécie de fio metálico. Este fio metálico produz a eletricidade que, consequentemente, gera a luz. Além disso, ao contrário das lanternas de querosene, as lâmpadas de sal não colocam as pessoas em risco, com incêndios, por exemplo, e por isso podem ser usadas em qualquer cômodo da casa, inclusive perto de crianças. E há outro benefício ainda maior: para moradores que vivem em regiões litorâneas, eles ainda têm o privilégio de utilizar a água do mar como combustível, ao invés de preparar a solução com água e sal.

 

lâmpada de água e salAisa Mijeno com residentes de uma família sem eletricidade, e sua lâmpada

As varetas de metal que funcionam como eletrodos precisam ser repostas duas vezes ao ano, mas, mesmo assim, os irmãos criadores da lâmpada acreditam que o custo-benefício é muito maior para famílias rurais e pessoas que vivem em regiões sem acesso à eletricidade.

Até então, essas lâmpadas geraram muito interesse em países do Sudoeste Asiático e também da Índia. A dupla criadora recebeu um grande apoio de novas empresas do leste da Ásia, e ajudas financeiras de organizações como a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional. Eles pretendem levar à ideia adiante, com grandes projetos pela frente.

Aisa e Raphael estão com esperança de construir um gerador movido a água salgada, que pode levar energia a uma casa inteira. E, possivelmente, depois disso, uma usina de água salgada. Por enquanto, eles desejam que as lâmpadas cheguem à produção em massa. O primeiro protótipo pode ser lançado antes do fim ano e, assim que isso acontecer, milhares de pessoas, não somente das Filipinas, mas de todo o mundo, podem se beneficiar com esta maravilhosa invenção.

Fonte

Fonte: Camilla Z.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
App Logo
Nosso app é fácil!