header print

Piada do Dia: A Freira e o Discurso no Bar!

 

Um homem estava em São Paulo em uma viagem de negócios e, depois de um dia cheio de muito trabalho, ele decide ir a um bar para tomar um drinque e relaxar. Ao chegar lá, depara-se com uma freira na porta segurando um pequeno caneco.
Ele coloca algumas moedas no caneco e ela prontamente começa a falar de todos os malefícios do álcool, dizendo o quanto fazia mal não somente à saúde, mas em toda a sociedade, nas cidades e nas famílias.

 

Um pouco irritado ao ter que ouvir tudo aquilo, o homem diz a ela: “Escute, Irmã, eu trabalho duro para ter o meu dinheiro e, depois de um longo dia de trabalho, eu mereço um ou dois drinques e isso não me faz uma má pessoa. Eu tenho uma esposa que amo e duas crianças adoráveis em casa. Eu tomo conta da minha família, faço trabalho voluntário e ajudo pessoas com problemas financeiros. E mesmo assim a senhora está me condenando só por um copinho de uísque que tomo de vez em quando?”

Então a freira responde: “Entendo seu ponto de vista e peço desculpas se o ofendi, meu filho, mas o álcool é um demônio tão poderoso que todos aqueles que o consomem estão condenados...”

“Lá vem a senhora de novo”, diz o homem. “Como a senhora pode fazer tal julgamento? Por acaso já PROVOU álcool?”

“Claro que não!”, esbravejou a freira. “Minha boca nunca tocou esse líquido do mal!”

piada da freira alcoólatra
 

“E a senhora acha que um simples copo de bebida pode transformar uma freira tão devota em uma pessoa degenerada e do mal?”

“Bem, eu não sei...”

“Então vamos ver. Entre comigo no bar e eu te pago uma bebida, Irmã. Uma só. E aí eu vou te provar que o ‘mal’ não está dentro da bebida, e sim dentro da pessoa.”

“Oh, eu nunca poderia fazer isso, vai contra os meus princípios. No entanto, o seu comentário sobre o mal que reside dentro das pessoas é bastante intrigante. Devo admitir que despertou curiosidade em mim.”

“Bem, então vamos entrar e resolver isso.”

“Não, meu filho, eu nunca poderia entrar em lugar como esse. Mas faça o seguinte: pegue esse caneco no qual você colocou as moedas e encha-o com o tal uísque que você mencionou. Traga-o para mim quando sair.”

“Está bem!”, disse o homem.

A freira retira as moedas do caneco e entrega ao homem. Ele entra no bar e diz ao atendente do bar atrás do balcão: “Dois uísques, por favor. Um deles você pode colocar dentro desse caneco aqui.”

Ao ver o caneco, o funcionário do bar suspira e diz: “Aquela freira espertalhona está lá fora de novo??!”

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
App Logo
Nosso app é fácil!