header print

Dez Lindos Castelos na França

A França é famosa por seus muitos castelos. Com uma história muito longa e rica, existem muitas estruturas que ainda restam da época medieval no interior deste belo país, muitas delas ainda intactas ou reconstruídas. Muitos castelos podem ser visitados durante todo o ano, mas poucos podem competir com os dez que estamos prestes a mostrar-lhe. Esperamos que você goste de ver e aprender um pouco sobre essas fascinantes estruturas antigas que nos remetem a um passado distante. Confira!

 

Château de Vitré
castelos, França

Este castelo medieval está situado na cidade de Vitré, na região da Bretanha. O Château de Vitré foi construído perto do final do século 11. Havia um castelo ainda mais antigo lá, mas, como era feito de madeira, incendiava-se facilmente. Então, foi construído um de pedras. Durante o século 15, o castelo foi expandido com a adição de uma torre alta, um grande portal e uma ponte levadiça.

Apesar de suas imponentes fortificações, a cidadela rendeu-se pacificamente em 1487. Em 1820, a municipalidade de Vitré decidiu comprar o castelo (custou-lhe 8.500 francos, muito dinheiro naqueles tempos) e, com a ajuda dos habitantes, foi restaurada a sua estrutura exterior. É por isso que hoje o castelo, que abriga uma pequeno museu e a prefeitura,  pode ser visto e admirado pelos visitantes.

flickr /lain G
Château de Fougères
castelos, França

Outro castelo construído no século 11, o Château de Fougères localiza-se perto da cidade de Rennes, na Bretanha. O castelo foi construído sobre uma grande rocha, cercada pelo rio Nançon, uma excelente localização estratégica. Ele foi originalmente feito de madeira, mas foi destruído por Henry II da Inglaterra, que o conquistou. Foi reconstruído em pedra e, no século 13, duas enormes torres de pedra foram adicionadas, transformando-o em uma das maiores fortalezas da Europa.

Hoje, o castelo é propriedade da cidade de Fougères como uma atração turística e um lugar para aprender sobre a época medieval. Você pode obter um guia de áudio que tem música e efeitos sonoros daqueles tempos, que você pode escutar enquanto caminha pelo interior da fortaleza, recriando a atmosfera da época.

flickr /imgdive
Château d'Angers
castelos, França

Você encontra este belo Château no Vale do Loire, na cidade de Angers. Construído sobre as ruínas de uma cidade romana abandonada durante o século 9, o Château d'Angers é um dos castelos mais populares na França principalmente porque abriga a mundialmente famosa Tapeçaria do Apocalipse, um conjunto de magníficas tapeçarias tecidas durante o século 14, sob encomenda de Luís I, Duque de Anjou.

A tapeçaria mostra cenas do livro bíblico do Apocalipse em cores notáveis e requintados. Este imenso castelo tem 17 torres de observação, feitas de pedras escuras. Se você estiver passeando pela região, não deixe de visitá-lo. A entrada não é cara e há guias de áudio disponíveis mediante o pagamento de uma pequena taxa.

flickr / roger4336
Château Gaillard
castelos, França

Construído sobre uma colina com vista para o Sena e para a cidade de de Les Andelys, o Château Gaillard é uma das mais belas vistas da já pitoresca região da Alta-Normandia. O castelo foi construído pelo famoso Ricardo Coração de Leão. Foram necessários 3 anos (1196-1198) para construir essa fortaleza, mas, apesar de seus sofisticados sistemas de defesa, como mata-cães, a fortificação concêntrica foi conquistada por Filipe II de França, apenas 6 anos mais tarde.

A propriedade do Château Gaillard estava destinada a mudar de mãos entre ingleses e franceses, até que finalmente foi destruída por Henri IV da França, em 1599. No entanto, as muralhas do resistente castelo resistiram à destruição e o que restou ainda é uma visão impressionante. A maior parte do castelo ainda pode ser visitada, sendo aberta ao público durante todo o ano. Se você quiser ver o interior da fortaleza, onde o estão os aposentos do rei, deve visita-la entre março e novembro.

Wikipedia/ Sylvain Verlaine 
Château de Vincennes
castelos, França

O Château de Vincennes está situado no subúrbio parisiense de mesmo nome. Sua longa história começou como um simples pavilhão de caça para Louis VII. Foi expandido durante o século 14, quando lhe foi adicionada uma torre de menagem fortificada. Um século mais tarde, recebeu o acréscimo de uma parede externa em forma retangular. No mesmo século, um grande fosso e duas pontes levadiças foram adicionadas para tornar a imponente fortaleza ainda mais segura. O castelo serviu de residência real até meados do século 17.

Em 1860, Napoleão III deu o castelo e o bosque de Vincennes à cidade de Paris para que pudesse ser utilizado como um parque público. Atualmente. os visitantes podem visitar o castelo, bem como a sua capela real do século 16.

flickr / stephanemartin
Château du Haut-Koenigsbourg
castelos, França

O château du Haut-Koenigsbourg repousa sobre um local muito estratégico, em uma alta colina acima da planície da Alsácia, nas montanhas de Vosges. Suas origens remontam à Idade Média quando foi utilizado por vários poderes até que foi queimado e saqueado pelos soldados suecos durante a Guerra dos Trinta Anos, na sequência de um cerco de 52 dias. Durante alguns séculos depois disso, o notável Château foi deixado vazio, e a floresta foi, aos poucos, tomando conta dele.

Em 1899, foi dado ao imperador alemão Wilhelm II, que o tinha reconstruído como era (ou como eles acreditavam que era), antes da guerra dos Trinta Anos. Após a Primeira Guerra Mundial, os franceses confiscaram o castelo que, por um tempo, foi esnobado por suas conexões com o imperador alemão. Hoje, no entanto, é uma das fortalezas mais visitadas da França, atraindo mais de 500.000 visitantes por ano. Vale muito um passeio.

Wikipedia/ Sylvain Verlaine 
Château de Loches
castelos, França

O Château de Loches é famoso por duas razões. A primeira é a sua torre central em forma de um gigantesco paralelepípedo, e a segunda é suas muitas conexões com figuras históricas de famílias reais francesas e inglesas. O Château foi erguido a 500 metros de distância das margens do Rio Indre, no Vale do Loire.

Foi construído durante o século 11, e ainda que seus primeiros ocupantes tenham sido Henry II e, em seguida, Ricardo Coração de Leão (durante o século 12), é mais conhecido a residência e local favorito de Charles VII da França. Foi no grande salão do castelo que Joana d’Arc convenceu o rei que ele deveria ser coroado em Reims. Hoje, grandes seções do castelo estão em ruínas, mas os alojamentos reais do século 16 foram totalmente restaurados e podem ser visitado.

Wikipedia / Lieven Smits
Château de Saumur
castelos, França

O Château de Saumur é conhecido como o mais belo de todos os castelos ao longo do Loire, maior rio da França. Ele está no alto de uma colina fortificada, com vista para a cidade e o rio. O Château de Saumur parece uma visão de contos de fadas, com torres octogonais torres de canto e janelas divididas, ele evoca algo mágico que tem um apelo especial para as famílias.

No entanto, ele foi originalmente construído como uma fortaleza no século 10. O castelo recebeu este aspecto elegante um século mais tarde, quando foi reconstruído por Henrique II da Inglaterra. Agora, como a maioria dos castelos, é de propriedade da cidade. Ele abriga vários museus, incluindo um de brinquedos, perfeito para crianças curiosas de todas as idades.

Wikipedia / Martin Falbisoner
Palais des Papes
castelos, França

O Palácio dos Papas é considerado por muitos como uma das estruturas medievais mais importantes em toda a Europa. Ele está situado em Avignon, no sul da França. Tudo começou com a construção de um convento em 1252. Em 1309, no entanto, tornou-se a sede do próprio papado, quando Roma se rebelou contra a ascensão do papa Clemente V. O palácio continuou a servir como a sede central do cristianismo ocidental durante todo o século 14.

Hoje, é um dos maiores edifícios góticos da Europa, e uma das 10 melhores atrações turísticas da França. Cerca de 650.000 visitantes vêm para ver esta maravilha medieval a cada ano. Alguns dos destaques turísticos: afrescos do século 14 pintados por Giovannetti e câmaras secretas localizadas nas espessas paredes (3 metros) do palácio. Imagine todas as intrigas que devem ter acontecido lá. Se as paredes falassem ...

Wikipedia / Jean-Marc Rosier
Cité de Carcassonne
castelos, França

Este castelo pode ser considerado mais como uma cidade fortificada. A Cité de Carcassonne é uma das mais antigas, e, definitivamente, uma das mais impressionantes fortificações da França. Está posicionada em rotas históricas que iam para o sul da França, sendo ocupada por mais de 5.000 anos. Os visitantes vão reconhecer algumas partes das paredes da fortaleza como de origem romana, e até mesmo visigodos ocuparam a cidadela durante o século V.

Cada governante deste castelo foi acrescentando melhorias, até o século 17, quando ele foi negligenciado e começou a decair, ficando em condições precárias. Durante o século 19, no entanto, um projeto de restauração transformou a Cité de Carcassonne em uma atração turística muito popular. Hoje, você pode fazer uma visita guiada dentro dos cômodos mais privados da fortaleza.

Flickr / cvalette

Bônus: não poderíamos fazer nenhuma lista de castelos franceses sem nomear aquele que é considerado o mais belo:

Château de Chambord
castelos, França

É o maior de todos os castelos de Vale do Loire. Na verdade, por suas dimensões e propósitos, é mais um palácio. Bonito e imponente, foi construído para servir como Castelo de Caça para o Rei Francisco I, que viveu no Palácio de Amboise e que teve Leonardo da Vinci como seu conselheiro.

A construção do Castelo de Chambord data do início do século 16 (1519 a 1547). Existe uma corrente de historiadores que acredita ter sido Leonardo da Vinci o responsável pelo seu desenho original.

Como servia apenas para “humildes acomodações” do rei e sua corte durante as temporadas de caça, Chambord pouco foi utilizado. Após passar por outros ocupantes da alta nobreza, com a Revolução Francesa, o Palácio foi depredado, os móveis foram vendidos a preço de madeira ou queimados nas lareiras. A história de Chambord sempre oscilou entre a glória e o abandono. Somente depois da Segunda Guerra Mundial ele foi restaurado e hoje é uma das principais atrações turísticas da França.

Behn Lieu Song/Wikipedia
Fonte: Thierry V.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: