header print

É Possível Regressar da Morte?

De acordo com David Robson, surgiu recentemente um procedimento médico que consiste em substituir todo o sangue do paciente com uma solução de água gelada e sal, que poderia devolver a vida a pessoas falecidas.
 
"Quando o corpo se encontrava a uma temperatura de 10°C, não havia registro de atividade cerebral, pulso, ou circulação sanguínea, a pessoa era considerada morta", afirmou o doutor Peter Rhee, da Universidade do Arizona (EUA). "Entretanto, hoje em dia, podemos fazê-la voltar à vida."
 
 
 
 
O Dr. Rhee, em conjunto com  Samuel Tisherman, da Universidade de Maryland, demonstrou que é possível manter corpos com vida em um estado denominado "animação suspensa". Até o momento, o experimento foi feito com animais e obteve excelentes resultados. Os animais foram induzidos ao estado de "animação suspensa" e, depois de três horas, foram trazidos de volta à vida.
 
Este procedimento foi desenvolvido para tratar de pessoas com ferimentos graves que têm pouco tempo para serem tratadas. Desta forma, o corpo é induzido a um estado de "animação suspensa" enquanto os ferimentos são tratados ou é feita uma cirurgia. Uma fez terminado o tratamento, o sangue volta a ser bombeado para as veias, devolvendo ao corpo a sua temperatura e cor normais. Quando certa temperatura é atingida, o coração começa a bater lentamente, até retomar o seu ritmo de funcionamento automático.
 
"No princípio, podem sentir-se um tanto zonzos, mas no dia seguinte já voltam ao normal", indicou Tisherman, o outro pesquisador participante do desenvolvimento deste projeto.
 
Segundo Tisherman, é importante considerar tudo isso com calma, já que a expressão "animação suspensa" nos remete à ideia de ficção científica, e é fundamental que o público entenda que não é ficção científica, é apenas ciência."
 
De acordo com esses cientistas, na atualidade, o conceito verdadeiro de morte não é igual ao que existia várias décadas atrás, quando acreditava-se que tudo cessa quando morremos. Hoje em dia sabemos que as células do corpo morrem horas depois do falecimento, e  também que, logo que nos tornamos cadáveres, podemos regressar à vida.
 
Apesar dos níveis profundos de hipotermia que já são utilizados em algumas cirurgias cardíacas, nunca antes foi tentado reviver uma pessoa que, tecnicamente, está morta, mesmo antes de dar entrada no hospital. Sem dúvida a façanha mais surpreendente desse procedimento é a drenagem de todo o sangue e sua substituição por uma solução salina gelada. Devido ao fato de o metabolismo do corpo não estar funcionando, as célulasnão necessitam de sangue para manter-se vivas, e a solução salina é a forma mais rápida de esfriar o corpo.
 
 
Este método não foi desenvolvido de um dia para outro. Na verdade, Tisherman passou as últimas duas décadas tentando demonstrar a efetividade e segurança deste procedimento. Muitos dos seus testes foram realizados com porcos (cujos órgãos internos são muito semelhantes aos dos humanos) gravemente feridos. Em 90% dos casos, os porcos sobreviveram ao procedimento e à transfusão de sangue, e manifestaram efeitos secundários muito leves.
 
Está claro que, quando este procedimento puder ser aplicado em seres humanos, só o será em circunstâncias excepcionais, quando for a única opção antes de declarar a morte do paciente. Sem dúvida, é outra das maravilhosas conquistas da ciência no caminho em direção às descobertas de milagres médicos.
Fonte: Lázaro G.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: