header print

Château d'If: A Prisão Sem Fugitivos

O famoso Chateau d'If, construído em 1524 na pequena ilha de If, foi idealizado para ser uma formidável fortaleza. A estrutura de três andares é um quadrado com 28 metros de cada lado. A ilha de If está situada a 1,610km de distância da baía de Marselha, no sudeste da França.
 
Entretanto, a fortaleza jamais esteve envolvida em batalhas e era utilizada mais como defesa. Ela foi transformada em uma das mais famosas prisões da sua época, sendo imortalizada na obra clássica "O Conde de Monte Cristo", de Alexandre Dumas (pai).
 
Chateau d'If

A fortaleza tornou-se o símbolo da prisão inescapável devido à sua localização isolada e às traiçoeiras correntes marinhas que a cercam. Semelhante ao presídio de Alcatraz no século 20. Os crimes cometidos pelos prisioneiros do Chateau d'If eram, em sua maioria, de natureza política ou religiosa. Eram enviados para lá para serem esquecidos pelo mundo ou executados em segredo.

Chateau d'If

Embora Edmond Dantès, o heroi da obra de Dumas, tenha conseguido escapar de maneira ousada, não existem registros de fuga de prisioneiros de verdade.

Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If

Os prisioneiros viviam em celas minúsculas, dormindo sobre o chão de pedras, com nada além de suas próprias roupas para aquecê-los. Alguns eram torturados e outros eram executados. 

Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Chateau d'If
 
Fonte: Mercedes V.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: