header print

Seu Próximo Raio X Pode Ser em 3D E em Cores!

 Aqui estão algumas notícias que você provavelmente não esperava ouvir hoje: após mais de 100 anos de raios X em formatos planos e monocromáticos, brevemente eles darão um salto para o século 21 e começarão a ser exibidos em modelos 3D colorido.
 

 

raio X
Phil e Anthony Butler, pai e filho, cientistas das universidades de Canterbury e Otago, na Nova Zelândia, criaram o primeiro scanner médico 3D a cores do mundo. Eles o chamaram de scanner de raios X espectral MARS, cuja capacidade é de capturar imagens internas de ambos os ossos, assim como de todo o tecido circundante.

 

De acordo com Anthony Butler, as informações espectrais de raios-X permitem que os profissionais de saúde meçam os diferentes componentes de partes do corpo, como gordura, água, cálcio e marcadores de doenças, sendo que os raios X em preto e branco tradicionais só permitem a medição da densidade e forma de um objeto.

Como você pode ver no vídeo abaixo de um calcanhar, o scanner também permitirá que os médicos vejam a estrutura interna de uma área de destino, camada por camada:

 

Enquanto os raios X regulares usam filme ou um sensor para registrar os níveis de radiação, o scanner MARS realmente mede todo o espectro de raios X e chega a detectar e contar as muitas partículas que colidem com os pixels. Isso significa que o scanner MARS funciona de maneira semelhante a uma câmera, fornecendo uma imagem HD colorida e totalmente em 3D!

 

 

A tecnologia usada no scanner MARS vem direto do Large Hadron Collider, do CERN, que é o maior e mais poderoso acelerador de partículas do mundo. Na verdade, um chip que foi projetado para detecção de partículas e imagens no colisor, conhecido como Medipix3, foi adaptado pela equipe de Phil e Anthony Butler para que pudesse ser usado no scanner MARS.

raio X

De acordo com Phil Butler, "esta tecnologia distingue a máquina diagnosticamente porque seus pequenos pixels e resolução de energia com extrema precisão significam que esta nova ferramenta de imagem é capaz de obter imagens que nenhuma outra ferramenta de imagem pode alcançar".

Embora o scanner MARS esteja em desenvolvimento há quase dez anos, os ensaios clínicos só começaram muito recentemente. No entanto, todos os resultados até agora estão mostrando que o scanner MARS provavelmente se tornará uma das ferramentas mais indispensáveis da comunidade médica no futuro próximo.

"Até agora, os pesquisadores usaram uma versão pequena do scanner MARS para estudar câncer, ossos e articulações, e doenças vasculares que causam ataques cardíacos e derrames", disse Butler. "Em todos esses estudos, resultados iniciais promissores sugerem que, quando a imagem espectral é usada rotineiramente em clínicas, ela permitirá um diagnóstico mais preciso e a personalização do tratamento".

Não se esqueça de compartilhar esta notícia emocionante com seus amigos e familiares também!
 

Conteúdo: mnn
Fonte das imagens: marsbioimaging 

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade