header print

12 Erros Comuns Que Podem Arruinar Uma Refeição

 Cozinhar pode ser terapêutico para muitos de nós. Lidar com matérias-primas com diferentes texturas, sabores e cores é uma espécie de arte e o próprio ato de cozinhar pode ser especialmente relaxante. Essa maravilhosa experiência culinária pode ser facilmente destruída por erros comuns que muitos de nós ocasionalmente cometemos, como o excesso de tempero, temperos inadequados ou até mesmo o excesso de cozimento de um ovo, o que pode prejudicar o sabor dos alimentos.

Para evitar tais problemas, familiarize-se com os 12 erros comuns cometidos na cozinha e as soluções fáceis que podem salvar uma refeição e tornar o ato de cozinhar uma experiência agradável novamente.

 
1. Fritar a carne em uma panela antiaderente
erros na cozinha

O erro: Se você quiser fritar a carne para que fique bem grelhada, não a cozinhe em uma panela antiaderente. As panelas deste tipo não atingem as altas temperaturas necessárias para selar a carne e, portanto, não criam uma camada crocante.

A solução: Panelas antiaderentes são mais adequadas para fritar ovos ou panquecas, e se você quiser preparar uma carne suculenta e crocante por fora, use uma frigideira de ferro fundido, que aquece a altas temperaturas, permitindo que a carne cozinhe corretamente.

2. Não aquecer a panela/frigideira o suficiente
erros na cozinha

O erro: Outro erro que muitos cometem ao preparar alimentos é não aquecer a panela ou frigideira o suficiente, o que faz com que a comida seja cozida de maneira desigual, perca líquidos e resseque. Por isso os chefs dizem: quando você achar que a panela está quente o suficiente, espere mais dois minutos "

A solução: Como saber que a panela está quente o suficiente? Pulverize algumas gotas de água sobre ela. Se chiar ou "estourar" na panela, é um sinal de que está quente o suficiente. Após este passo, você pode adicionar óleo, mas você deve esperar que a água evapore primeiro.

3. Deixar a carne descongelar durante o cozimento
erros na cozinha

O erro: Por causa da pressa, algumas pessoas costumam usar carne congelada na hora de cozinhar, achando que descongelará mais rápido enquanto estiver no fogo. Infelizmente, a carne cozida dessa maneira pode parecer pronta do lado de fora, mas ficará quase crua por dentro. O mesmo se aplica na hora de assar algo no forno.

A solução: Para evitar uma situação dessas, coloque a carne descongelada fora da geladeira ou do freezer por duas horas e deixe-a atingir a temperatura ambiente antes de cozinhar. A carne devidamente descongelada cozinha uniformemente e tem um sabor melhor após o cozimento, ao contrário da carne semicongelada.

4. Fritar usando azeite
erros na cozinha

O erro: Ao fritar, o óleo atinge altas temperaturas, e quando se trata de azeite, altas temperaturas fazem com que ele perca seu valor nutricional e comece a queimar. Como resultado, o sabor da sua comida pode ser destruído, podendo até deixar a refeição intragável.

A solução: Para evitar isso, use azeite para temperar e não para fritar. O óleo de canola, por exemplo, é resistente a altas temperaturas, e é por isso que é recomendado para frituras.

5. Usar um copo para medir quantidades
erros na cozinha

O erro: Quem é que não gosta de comer bolos? E para aqueles que gostam do processo de cozimento sabem que esta é uma ciência delicada e, portanto, as quantidades dos ingredientes precisam ser medidas precisamente. Ao usar um copo de vidro para medir, esquecemos que ele contém diferentes volumes de produtos secos e líquidos e, portanto, nunca fornecerão uma medida exata.

A solução: Para evitar misturar quantidades incorretas de ingredientes que podem destruir a massa, use um copo de medição profissional que tenha uma opção para volume e outra para peso.

6. Colocar todos os alimentos na geladeira
erros na cozinha

O erro: Todos queremos conservar os alimentos pelo máximo de tempo possível, mas não é uma boa ideia colocar todos os itens na geladeira. Vegetais, como tomates, cebolas, alho, batatas e frutas tropicais, como kiwi e manga, tendem a estragar e a perder o sabor quando esfriados, mas se mantêm frescos quando armazenados em local quente.

A solução: Para manter frutas e legumes frescos, verifique quais devem ser mantidos em um lugar quente e coloque-os em cestas abertas para mantê-los frescos por mais tempo.

7. Fritar o alho demais
erros na cozinha

O erro: Fritar o alho faz com que ele queime e perca seu sabor e textura. Isso acontece porque o teor de água no alho é baixo, então quando você frita por muito tempo, a água dentro dele evapora rapidamente e ele queima.

A solução: Para desfrutar do sabor único do alho, adicione-o aos alimentos no final do processo de cozimento ou frite-o durante 2-3 minutos, retire-o da panela ou frigideira e reserve até o adicionar à comida que você está preparando.

 
8. Deixar o ovo passar do ponto
erros na cozinha

O erro: muitas pessoas pensam que, se a gema do ovo parecer cinza depois de cozinhar, é um sinal de que o ovo está estragado. No entanto, essa cor não está relacionada com a qualidade do ovo, mas com o tempo de cozimento. Um ovo que cozinha demais fica cinza e emborrachado.

A solução: Para manter a cor das gemas, retire a panela do fogo assim que a água começar a ferver, cubra-a e deixe os ovos permanecerem na água por mais 10 minutos antes de descascar.

9. Não adicionar sal à água do macarrão
erros na cozinha

O erro: Muitas pessoas têm medo de salgar demais suas massas, então deixam de adicionar sal na água na hora de cozinhar, o que deixa o alimento insosso. Adicionar um molho delicioso ao macarrão sem sal não ajuda neste caso, porque as massas sem sal não absorvem os sabores como a massa salgada.

A solução: Para salgar seu macarrão corretamente, use a seguinte regra: Adicione uma colher de sopa de sal a cada 300 gramas de massa. Desta forma, você pode ter certeza de que seus pratos terão bastante sabor.

10. Usar ervas secas em vez de frescas
erros na cozinha

O erro: Quando não temos ervas frescas em casa, geralmente usamos substitutos secos e embalados, mas isso pode arruinar o sabor dos alimentos. Ervas secas como salsa e manjericão faz com que elas percam seu sabor, ao contrário do orégano e do estragão, que têm seu sabor realçado. Portanto, adicionar ervas secas em vez de frescas faz com que o sabor dos alimentos seja muito concentrado ou não seja forte o suficiente.

A solução: Se você se encontrar sem ervas frescas no meio do cozimento, considere a concentração de sabor das especiarias mencionadas acima e adicione-as ao prato de acordo. Também tente armazenar ervas frescas enroladas em papel-toalha para absorver a umidade, para que você tenha sempre ervas frescas na mão.

11. Fritar o espinafre úmido
erros na cozinha

O erro: Fritar vegetais para ter um acompanhamento quente e saudável é um erro. Fritar legumes, como espinafre ou rúcula, que ainda têm água, faz com que eles percam sua textura crocante, fazendo com que fiquem macios, murchos e desagradáveis de comer.

A solução: Para desfrutar do maravilhoso sabor do espinafre frito ou refogado, você deve comprar um secador de salada ou absorver a água dos legumes com papel-toalha antes de cozinhá-los.

12. Fazer frango ou carne à milanesa somente com farinha de rosca
erros na cozinha

O erro: Frango à milanesa com uma cobertura dourada e crocante é um prato favorito, especialmente entre  crianças. No entanto, ao prepará-lo, o revestimento de farinha de rosca nem sempre gruda na carne, fazendo com que fique revestida pela metade. 

A solução: Tente fazer um revestimento crocante usando o seguinte método: Primeiro, passe a carne na farinha de trigo, depois no ovo e, por último, na farinha de rosca. Frite o frango em uma panela bem aquecida com óleo de canola e prepare-se para o melhor frango à milanesa que você já teve.

imagens:  Robert Couse-BakerKatie SchenkMalcolm JIan Fuller

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade