maavaron
Você está sendo transferido para a página solicitada...
header print

As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica

 Quando pensamos em arte, provavelmente pensamos em obras clássicas e sérias, ou modernas e revolucionárias, que transmitem imagens ora severas, ora bucólicas. No entanto, há uma série de obras de arte que foram criadas para fazer o espectador rir, e são tão importantes quanto muitas outras. Aqui estão sete dessas obras-primas divertidas!
 
1. La Clairvoyance (A Clarividência) - René Magritte, 1936
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica
O olhar divertido e ousado de artistas surrealistas, como René Magritte e Salvador Dalí, influenciaram décadas de humor gráfico, desde histórias em quadrinhos à série Monty Python, além de muitos outros. Neste autorretrato, Magritte demonstra sua inteligência inovadora estudando um ovo para pintar o futuro pássaro.
2. The Flatterers (Os Bajuladores) - Pieter Brueghel the Younger, 1592
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica
Pieter Brueghel the Elder era conhecido como o “Camponês Brueghel”, por sua caótica vida de classe baixa na Holanda, enquanto seu primeiro filho, Brueghel the Younger, era conhecido como o “Inferno Brueghel”, por todas as suas representações dos assuntos mais sombrios na arte. Nesta pintura, ele faz uma pausa nas chamas para mostrar sua inteligência e inventa uma metáfora visual atemporal para os ‘puxa-sacos’.
3. The Experts (Os Especialistas) - Alexandre-Gabriel Decamps, 1837
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica
Quando a Academia Francesa de Pintura rejeitou vários trabalhos de Decamps por serem muito experimentais, ele respondeu com essa pintura ‘amorosa’. Ele retrata vários críticos de arte sérios como chimpanzés, analisando em excesso uma paisagem barroca. Este estilo, onde os macacos imitam o comportamento humano, é chamado de singerie, e remonta ao Egito Antigo.
4. Parody of the Fauve Painters (Paródia dos Pintores Fauvistas) - Robert W. Chanler, 1913
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica
Quando a Exposição Internacional de Arte Moderna (Armory Show) de 1913 levou o trabalho de Duchamp, Picasso e Matisse para Nova York para sua primeira grande exibição, nem todos os espectadores apreciaram seu estilo. Chanler, uma artista local, ficou particularmente ofendido com os nus desenhados por Matisse e criou a “Paródia dos Pintores Fauvistas”, onde Matisse interpreta um chimpanzé, cercado por alguns alunos adoradores e telas controversas.
 
5. Youth Making a Face (Jovem Fazendo Uma Careta) - Adriaen Brouwer, 1632-35
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica
Os artistas holandeses da Era de Ouro adoravam cenas da vida cotidiana, algumas idealizadas, outras nem tanto. O garoto rude e zombeteiro dessa pintura faz uma careta para um pintor também rude; Brouwer, conhecido por sua aparência desleixada, certa vez comprou um terno chique para um casamento, apareceu para jantar e imediatamente começou a despejar comida em  toda a roupa nova. “Como foi o terno, e não o homem que o usava que foi convidado, ele merece um banquete”, disse Brouwer.
6. Escaping Criticism (Escapando da Crítica) - Pere Borrell del Caso, 1874
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica
Antecipando os surrealistas, os artistas espanhóis ousaram nas linhas entre realidade e imagem com a fuga desesperada do menino com olhos esbugalhados de sua prisão na galeria. Uma trompe-l'oleil (ilusão de ótica) tão convincente pode ter confundido e divertido os espectadores do século XIX. Certamente é o que muitos usuários da internet sentem nos dias de hoje, na necessidade de fugir das trollagens.
7. L.H.O.O.Q. - Marcel Duchamp, 1919
As 7 Pinturas mais hilárias do mundo da arte clássica

Famoso por ter apresentado um mictório para uma exposição de arte, Duchamp continuou a revolucionar a arte com suas obras satíricas,com objetos pré-fabricados levemente modificados para assumir um novo significado. Nesta pintura, Duchamp brinca sobre os valores do Renascimento desenhando um Van Dyke nas obras-primas de Da Vinci. O título também é uma piada: faladas em voz alta, as letras imitam a frase francesa “Elle a chaud au cul”, que literalmente se traduz em “Ela é gostosa no traseiro”.

Fonte: rd

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Clique aqui "Registre-se", para concordar com os Termos e a Política de Privacidade