header print

Conselhos Financeiros de Warren Buffet

Warren Buffet (84), figura entre as cinco pessoas mais ricas do mundo. Sua fortuna é estimada em cerca de 50 bilhões de dólares, 99% dos quais ele pretende deixar para instituições de caridade após sua morte. Levando em consideração que ele próprio construiu sua imensa fortuna, frequentemente o velho magnata faz sugestões a líderes mundiais. Portanto, vale a pena empregar alguns minutos lendo alguns dos seus conselhos.
 
 
 
 
 
 
Sobre reputação
 
Leva-se 20 anos construindo uma reputação e 5 minutos para destruí-la. Se você pensar nisso agirá de maneira diferente.
 
 
Sobre a sua Regra Básica:
 
Regra No.1: Nunca perca dinheiro. Regra No.2: Nunca esqueça da regra No.1. 
 
 
Sobre fontes de renda
 
Nunca conte apenas com um rendimento. Faça investimentos para criar fontes adicionais de renda.
 
 
Sobre gastos
 
Se você compra coisas que não precisa, logo terá que vender coisas que você precisa.
 
 
Sobre poupança
 
Não poupe o que restou depois do que você gastou. Gaste o que sobrou depois que você separou a importância a ser poupada.
 
 
Sobre correr riscos
 
Jamais meça a profundidade de um rio com as duas pernas.
 
 
Sobre honestidade
 
Honestidade é um bem muito caro, não espere encontrá-la em pessoas baratas.
 
 
Sobre herança
 
Um homem rico deve deixar aos seus filhos o suficiente para que eles possam fazer o que quiserem, mas não o suficiente para que não tenham que fazer nada.
 
 
Sobre ideias
 
Você faz coisas quando as oportunidades aparecem. Tive períodos na vida em que estava cheio de ideias, todas ao mesmo tempo, e tive longos períodos em que nada aparecia. Se eu tiver uma ideia na semana que vem, farei alguma coisa; caso contrário, não faço nada.
 
 
Sobre riqueza e distribuição de renda
 
Os ricos sempre dirão que a riqueza dos mais ricos acabará beneficiando os pobres. Algo como "nos deem mais dinheiro e nós gastaremos mais e no final, todo o mundo é beneficiado". Só que essa ideia não funciona há mais de 10 anos, e eu espero que as pessoas cemecem logo a dar-se conta disso.
 
 
Sobre investir no futuro
 
Alguém está sentado à sombra hoje porque alguém plantou uma árvore há muito tempo.
 
 
Sobre hábitos
 
Os grilhões dos hábitos são leves para ser sentidos, até que se tornam pesados demais para serem rompidos.
 
 
 
Sobre tornar-se rico
 
Sempre soube que seria rico. Creio que jamais duvidei disso por um minuto que fosse.
 
 
Sobre aprender com os melhores
 
É melhor andar com pessoas melhores do que você. Escolha parceiros com comportamento melhor do que o seu e você se inclinará na direção deles.
 
 
Sobre preço e valor
 
Preço é o que você paga. Valor é o que você obtém.
 
 
Sobre impostos para os ricos
 
Impostos para as classes baixa e média, e talvez até mesmo para a classe média alta deveriam ser bem menores. Mas eu penso que as pessoas na outra ponta - como eu mesmo - deveriam estar pagando muito mais impostos. Vivemos no melhor dos mundos.
 
 
Sobre desafios
Eu não procuro saltar sobre barras de 2m de altura. Eu procuro por barras de 50cm que e possa cruzar com um passo.
 
 
Sobre ser rico
 
Entre os bilionários que eu conheci, notei que o dinheiro apenas realça as suas características básicas. Se eles eram canalhas antes de terem dinheiro, tornaram-se apenas canalhas com um bilhão de dólares.
 
Sobre os riscos
 
Os riscos vêm de não saber o que você está fazendo.
 
 
Sobre Wall Street
 
Wall Street é o único lugar onde pessoas vão de Rolls Royce receber conselhos de pessoas que usam o metrô.
 
 
Sobre como ele investe
 
Nunca tento fazer dinheiro no mercado de ações. Eu compro, assumindo que eles poderão fechar o mercado no dia seguinte e reabri-lo cinco anos depois.
 
 
Sobre retrospectiva
 
No mundo dos negócios, o espelho retrovisor é sempre mais nítido do que o para-brisas.
 
 
Sobre os esquemas de pirâmide
 
Somente quando a maré baixa é que você descobre quem é que estava nadando sem roupas.
 
 
Sobre aprender com a História
 
Se os fatos passados fossem tudo o que há para aprender nesse jogo, os bibliotecários seriam as pessoas mais ricas do mundo.
 
 
Sobre recuperação econômica
 
O remédio conômico que, anteriormente, era administrado em xícaras, está sendo servido em barris. Essas dosagens absurdas quase certamente trarão sérios efeitos colaterais negativos. Ninguém sabe exatamente a sua natureza, embora a consequência provável  seja o retorno da inflação.
Fonte: Jorge G.J.
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: