header print

Os 10 Navios Mais Antigos do Mundo Que Ainda Navegam

 A história naval coletiva ajudou a moldar o mundo em que vivemos hoje, mas, infelizmente, grande parte desse enorme patrimônio global se perdeu. Felizmente, existem organizações dedicadas e pessoas de todo o mundo que fazem o seu melhor para preservar navios historicamente significativos. Nesta lista, você encontrará navios de todos os tipos diferentes que têm uma coisa em comum: passaram mais tempo em alto mar do que a maioria de nós está vivo. Aqui estão 10 dos navios mais antigos que são capazes de navegar até hoje:
 
10. MV Astoria
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Transatlântico/navio de cruzeiro
Ano em que foi criado: 1946
Destaque: O navio de cruzeiro mais antigo ainda em atividade

Este navio tem uma longa história. Suas atividades tiverem início na Suécia, com o mesmo nome da capital do país, Estocolmo, e foi tristemente envolvido em um dos piores desastres marítimos da história. Em 1956, ele colidiu com um transatlântico chamado Andrea Doria durante um forte nevoeiro, próximo à ilha de Nantucket. O incidente levou ao afundamento do Andrea Doria e à morte de 46 pessoas. No entanto, o Estocolmo prossegiu seu rumo para a cidade de Nova York, com muitos dos passageiros restantes da embarcação atingida a bordo. Depois disso, ela foi vendida para o governo da Alemanha Oriental e usada como um transatlântico, depois se tornou um navio de quartéis para os requerentes de asilo noruegueses.

O próximo capítulo de sua história foi em Genova, Itália, navegando como Valtur Prima para Cuba. Desde 2002, a várias linhas de cruzeiros, e também mudou de nome várias vezes. Mais um incidente assustador envolvendo a embarcação, agora conhecida como MV Astoria, ocorreu em 2008, ao ficar cercado por pelo menos 29 barcos piratas no Golfo de Áden. Por sorte, a marinha dos Estados Unidos interviu e os piratas nunca embarcaram. Atualmente, ela é de propriedade da Cruise & Maritime Voyages e ainda possui algumas das rotas da empresa.

9. Sea Cloud
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Navio de cruzeiro a vela
Ano em que foi criado: 1931 
Destaque: Navio para passageiros mais antigo do mundo

No momento em que foi construído, o Sea Cloud foi o maior iate privado da história. Foi criado na Alemanha como um barco para a Marjorie Merriweather Post, uma socialite americana que era dona da General Foods Inc., uma grande empresa de alimentos. Depois que os Estados Unidos entraram na Segunda Guerra Mundial em 1941, o Sea Cloud foi oferecido à marinha americana, mas o presidente Roosevelt o considerou bonito demais para entrar no serviço naval. Um pouco mais de um ano depois, a Marinha reconsiderou, e entrou no serviço naval como navio meteorológico. Neste ponto de sua história, seus mastros foram removidos e ele foi pintado de cinza. Foi o primeiro navio da Marinha dos Estados Unidos a ter uma equipe racialmente mista (o país ainda vivia a segregação racial na época).

O Sea Cloud foi retirado do serviço militar após o final da Segunda Guerra Mundial, foi pintado de branco e teve seus equipamentos originais de volta. Sua proprietária, Marjorie Merriweather Post, decidiu que era muito caro continuar com ele e o trocou por um avião Viking Viscount, que até então pertencia ao presidente da República Dominicana, Rafael Trujillo. O Sea Cloud então se tornou o iate presidencial da República Dominicana, e foi renomeado Angelita. Após a morte de Trujillo, ele se tornou uma navio escolar chamado Patria, antes de ser vendido para uma companhia de cruzeiros em 1966. Permanceu no porto por um total de oito anos antes de ser renomeado Sea Cloud, e atua como navio de cruzeiro desde 1979.

8. Kommuna
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Navio submarino naval
Ano em que foi criado: 1912
Destaque: O mais antigo navio naval ainda em atividade no mundo (excluindo navios com uma comissão naval honorária)

Levantar submarinos russos atingidos do fundo do mar é o nome do jogo para este navio centenário, que faz parte da frota do Mar Negro da Marinha Russa. O Kommuna é realmente um catamarã de casco duplo e foi colocado em atividade em São Petersburgo no ano de 1912. Ele levantou tudo, desde submarinos até rebocadores, torpedos e até mesmo aeronaves no decorrer de duas Guerras Mundiais, e mais 70 anos de serviço desde então.

Alguns de seus momentos mais decisivos foram a participação no cerco de Leningrado, quando levantou quatro tanques, dois tratores e 31 veículos do lago Ladoga. Eles tinham caído pela estrada de gelo, conhecida como a Estrada da Vida, que passou a ser a única via de abastecimento para Leningrado (São Petersburgo) durante o cerco. O Kommuna foi quase todo arrumado em 1984, no entanto, foi devolvido ao serviço naval em 1999, após uma remodelação completa.

7. Madiz
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Iate de aço
Ano em que foi criado: 1902
Destaque: Único barco no bundo a receber a classificação +100A1 no Llody’s Register.

Este lindo iate foi projetado no primeiro escritório de design do mundo criado exclusivamente para iates. Seu designer, G. L. Watson, projetou muitos iates de corrida bem-sucedidos da America's Cup. Ela é a última embarcação sobrevivente a ter sido desenhada pessoalmente por ele. É a única embarcação no mundo a ter a classificação no mundialmente famoso Lloyd's Shipping Register.

Ele foi construído no Firth of Clyde, na Escócia. Seu primeiro dono, James Coats Junior, só usufruiu dele por uma década antes da sua morte. Ele serviu como um iate de patrulha auxiliar durante a Primeira Guerra Mundial e como um iate de patrulha real durante a Segunda Guerra Mundial. O rei George VI e a rainha Elizabeth II o usaram por diversas vezes. O Madiz é considerado um dos dois navios ativos que estavam envolvidos na Batalha do Atlântico. Desde as guerras mundiais, passou por muitos proprietários diferentes e mudanças de nome.

6. Elissa
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Veleiro de três mastros
Ano em que foi criado: 1877
Destaque: Um dos quatro veleiros do século 19 no mundo ainda em atividade

O Elissa foi construído em Aberdeen, na Escócia, no final da era do navio a vapor. Ele navegou sob bandeiras marítimas britânicas, norueguesas e suecas durante sua história. Em 1970, estava abandonado em um pátio de salvamento no porto grego de Pireu. Felizmente, foi comprado pelo Museu Marítimo de São Francisco, antes de ser vendido em 1975 aos atuais proprietários, a Galveston Historical Foundation.

Nos anos seguintes, ele foi restaurado e preparado para um reboque oceânico. O grande dia finalmente chegou em 1979, e o Elissa foi rebocado para os Estados Unidos. Depois de seis anos, fez sua primeira viagem como um navio restaurado e navegou continuamente até 2011 antes de precisar de reparos no casco que estava ficando muito corroído. Ele ainda navega ocasionalmente até hoje.

5. James Craig
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Veleiro de três mastros
Ano em que foi criado: 1874
Destaque: O veleiro mais antigo do mundo

Um dos navios de carga mais poderosos do século 19 conseguiu navegar em torno do Cabo Horn por no mínimo 23 vezes em 26 anos antes de ser vendido a um australiano chamado James Craig. De 1905 a 1911, o James Craig navegou carregando carga da Austrália para a Nova Zelândia. Infelizmente, devido à concorrência de navios a vapor naquele momento, foi aos poucos sendo abandonado.

Ele foi afundado por pescadores em 1932 antes de ser recriado em 1972 e rebocada para a cidade australiana de Hobart para reparos iniciais. Sua próxima parada foi Sydney em 1981, onde permaneceu por 25 anos completos sendo meticulosamente restaurado. Embora ainda tenha sede em Sydney, ele tem navegado regularmente desde a conclusão de sua restauração em 2001, e até mesmo navegou até Hobart por no mínimo quatro vezes desde então!

4. El Mahrousa
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Super iate
Ano em que foi criado: 1865
Destaque: O mais antigo iate do mundo em atividade

O El Mahrousa é o iate presidencial egípcio, e levou pelo menos três líderes políticos egípcios para o exílio durante sua rica história. Além disso, foi foi o maior iate do mundo por nada menos que incríveis 119 anos antes de ser superado pelo Príncipe Abdulaziz em 1984.

Atualmente, ele só vai ao mar cerca de três vezes por ano, e geralmente apenas por um dia por vez. Ainda é usado como um iate presidencial, e o destaque de sua recente história recente foi a participação na inauguração do Canal de Nova Suez em agosto de 2015.

3. Star of India
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Windjammer
Ano em que foi criado: 1863
Destaque: O navio mais antigo do mundo ainda em atividade regular

Este é o mais antigo navio mercante de casco de ferro do mundo que ainda navega com frequência. Começou a vida na Ilha de Man, sob o nome de Euterpe. Teve uma longa carreira navegando em alto mar entre o Reino Unido, a Índia e a Nova Zelândia, mas graves acidentes deixaram sua equipe em um forte estado de nervos.

Em sua viagem inaugural, ele colidiu com um bárbaro espanhol desarmado na costa do País de Gales, fazendo com que a tripulação se amotinasse. Em sua segunda viagem, a equipe foi forçada a cortar os seus mastros devido a um golpe enquanto navegava Golfo de Bengala. Ele se tornou a Estrela da Índia (Star of India) em 1901, depois de ser vendida para a Alaska Packers 'Association, e foi usado para transportar trabalhadores e salmão enlatados entre Oakland, Califórnia e Nushagak, no Mar de Bering. Foi restaurado na década de 1960 e muitas vezes pode ser visto navegando saindo de seu porto de origem em San Diego.

 
2. Charles W. Morgan
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Baleeiro
Ano em que foi criado: 1841
Destaque: Navio mercante mais antigo do mundo em atividade

Embora este navio tenha passado a maior parte do tempo atracado, ele pode realmente navegar, porque passou por uma restauração completa que durou de 2010 a 2014. Durante o último ano, ele embarcou em um passeio bem-sucedido pelo porto da Nova Inglaterra.

Durante sua vida ativa, o Charles W. Morgan foi um navio baleeiro que realizava 37 viagens variando de 9 meses a cinco anos. Uma de suas tripulações realmente sobreviveu a um ataque canibal no Pacífico Sul em uma viagem. Embora seja algo terrível a considerar, ela trouxe para casa mais de 60 toneladas de osso de baleia e mais de 54 mil barris de óleo de baleia para casa, em seu porto de New Bedford, no estado americano de Massachusetts.

1. USS Constitution
Os 10 Navios mais antigos do mundo ainda em atividade

Tipo: Fragata de três mastros
Ano em que foi criado: 1797
Destaque: O navio naval mais antigo do mundo, e também o navio mais antigo do mundo

Este é nada menos que um símbolo de enorme orgulho nacional para os americanos, voltando aos dias de seus fundadores. Na verdade, foi o próprio presidente George Washington que o nomeou. Ele lutou durante a Guerra de 1812 contra os britânicos, antes de servir no Mediterrâneo e esquadrões do Pacífico.

Ficou em serviço ativo por mais de 100 anos de sua história, e mais recentemente retornou a uma condição navegável após a proposta do Comandante Naval David Cashman de garantir que pudesse viajar para marcar seu 200º aniversário em 1997. Foi um ícone do poder militar dos Estados Unidos, e hoje pode ser encontrado ancorado no Pier One do antigo Charlestown Navy Yard, na cidade de Boston.

Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer:
Registre-se Gratuitamente
Você quis dizer: